Notícia

31 de Agosto, 2015

Papa: Fraternidade na Europa requer abertura a Deus

São Columbano foi lembrado na ocasião

“Haverá fraternidade entre os povos europeus somente quando a civilização se abrir a Deus”: é o conceito expresso pelo Papa em uma mensagem assinada pelo Cardeal Secretário de Estado, Pietro Parolin, enviado ao Bispo de Piacenza-Bobbio, Dom Gianni Ambrosio, recordando o grande evangelizador São Columbano. 

O Santo foi um evangelizador irlandês (Leinster, Irlanda, 540 - Bobbio, Itália, 23 de novembro de 615), monge e missionário, conhecido pela fundação de inúmeros mosteiros pela Europa. 

“Columbano sempre cultivou uma ideia ‘europeia’ de seu compromisso eclesial; se referiu ao dever de todos os cristãos de colaborar para que os diferentes povos do continente pudessem viver na paz e na unidade”. “Sua vida de oração, de ascese e de estudos nunca o afastou ou distraiu das vicissitudes religiosas e políticas daquela época, nas quais interveio diversas vezes com palavras fortes, evocando a severidade de São João Batista”.  

Como afirmado por Bento XVI, São Columbano pode ser considerado “um dos Pais da Europa”: sua grande cultura, sua energia espiritual e seu estilo moral nos apontam claramente – destaca a mensagem – uma fonte para que, em nossos tempos, esta civilização possa reviver no continente europeu”.


Fonte: News.va