Notícia

07 de Outubro, 2015

Caminhadas pela Paz reúnem milhares de pessoas

Eventos mobilizaram fiéis de várias cidades brasileiras

Diversas dioceses aderiram à proposta da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e promoveram, no último domingo, dia 4, Caminhadas pela Paz, como gesto concreto do Ano da Paz, aprovado pela 52ª Assembleia Geral da entidade. As ações, de norte a sul do país, buscaram ajudar na superação da violência e despertar para a convivência mais respeitosa e fraterna entre as pessoas. Milhares de pessoas, em diferentes localidades, manifestaram-se a favor da paz.

Criciúma 

A diocese de Criciúma (SC), por meio de dez paróquias de uma de suas comarcas, reuniu 8 mil pessoas no trajeto entre o Parque das Nações e a Praça Nereu Ramos. Os participantes, vestidos de branco, foram conduzidos com cantos, orações e reflexões. 

Incentivando os participantes, o bispo diocesano, dom Jacinto Inácio Flach,(à direita) convidou os fiéis a fazerem um momento de silêncio para recordar as pessoas que perderam a vida pela falta da paz. “Vamos rezar, com eles, por suas famílias e comunidades”, conclamou.

Durante a missa de encerramento do evento, o bispo recordou São Francisco de Assis, cuja festa foi celebrada ontem e falou sobre a importância de as instituições e religiões manifestarem seu clamor pela paz. “A paz, que é um presente do céu para nós aqui na terra. Pedimos por nós, pessoalmente, um pouco mais de paz e sabemos aonde ela se encontra: com Deus, participando das celebrações e da comunidade, de onde saímos abençoados e renovados, levando paz para nossas famílias”, disse.

Divinópolis

DivulgaçãoEm Divinópolis (MG), a Caminhada Diocesana pela Paz levou aproximadamente 5 mil pessoas à Praça do Santuário de Santo Antônio(foto à esquerda). Por volta das 9 horas, os fiéis seguiram em direção à Praça da Catedral, onde aconteceu a missa, presidida pelo bispo emérito da diocese, dom José Belvino. Ao final da celebração foi exibido um vídeo com uma mensagem do bispo local, dom José Carlos de Souza Campos, que se recupera de um infarto do miocárdio.

No mesmo dia, na parte da tarde, houve o Dia Nacional da Juventude (DNJ) diocesano e o I Simpósio da Pastoral Familiar.

Cachoeiro do Itapemirim

Mais de 3 mil fiéis das paróquias de Cachoeiro de Itapemirim (ES) saíram em carreata ou caminhada pelas ruas da cidade, tendo como ponto de partida as igrejas matrizes. O Pavilhão de Eventos da Ilha da Luz foi o local escolhido para a celebração eucarística presidida pelo bispo diocesano, dom Dario Campos.

Em sua homilia, dom Dario agradeceu a presença dos fiéis e ressaltou que a missa não era um ato de encerramento da manifestação pela paz, mas o início da “missão de paz, que deve ser vivida no dia a dia”. “Todo seguidor de Jesus Cristo deve ser príncipe da paz, seguidor da paz”, afirmou o bispo.

Belo Horizonte

Centenas de fiéis participaram da Caminhada pela Paz e Meio Ambiente promovida pela arquidiocese de Belo Horizonte (MG), por meio do Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política e a Região Episcopal Nossa Senhora da Conceição (Rensc), na tarde de sábado, 3 de outubro. O evento foi concluído com uma missa presidida pelo bispo auxiliar dom Edson Oriolo dos Santos.

Rio de Janeiro

Na arquidiocese do Rio de Janeiro, a Caminhada da Paz aconteceu no contexto das festividades dos 380 anos do Santuário de Nossa Senhora da Penha, na capital fluminense. Durante as celebrações, o arcebispo local, cardeal Orani João Tempesta, recordou a memória de São Francisco de Assis e a unidade com o papa Francisco, que abriu a XIV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, com o tema “Vocação e missão da família na Igreja e no mundo contemporâneo”.

A caminhada foi realizada nos 382 degraus da escadaria do santuário, localizado em um penhasco. Durante a missa, o cardeal falou do exemplo de Maria na manifestação da paz. “Mesmo diante de todas as vicissitudes contrárias à vida, à paz e à família, somos convidados, a exemplo de Maria, como missionária da paz e da esperança, a arrancar todas as armas do coração, a conviver com o diferente, a obedecer à vontade de Deus e ao seu plano de amor, cuja Revelação foi transmitida em plenitude pelo Cristo”, disse dom Orani.

Também aconteceram eventos em Brasília (DF), Palmas (TO), Florianópolis (SC) e Campina Grande (PB).


Fonte: CNBB